sábado, 25 de dezembro de 2010

quarta-feira, 8 de dezembro de 2010

Compras de Natal

Hoje fui às compras e adivinhem... só comprei coisas para mim. Sou horrível, eu sei! Mas também, com a companhia mais paciente do mundo fica difícil não aproveitar ;) O mais engraçado é que eu andava à procura de umas botas desde o início da estação e ainda não tinha encontrado nada que me enchesse as medidas. Hoje, na primeira loja em que entrei, a primeira coisa que vi, quase sem querer, foi umas botas lindas, lindas, lindas. Melhor do que isso, eram lindas, baratas, exactamente da cor que eu procurava e apesar de muito altas eram super confortáveis. Decidida a fazer delas as minhas melhores amigas para o resto da época, lá fui eu directa às caixas. Claro que me assustei mal saí dos provadores. É que a fila era tão grande que quase dava a volta à loja! Não querendo abusar da boa vontade da minha companhia, lá pensei "bom, vão cá ficar e volto depois quando estiver menos gente". Mas depois reparei que eram o último par do meu tamanho. Oh God! Foi o drama! O horror! Já me estava a imaginar 3 horas na fila com uma pessoa muito, muito zangada ao meu lado :P
Depois tive uma ideia luminosa! Fui direitinha à secção de roupa de homem, procurei a roupa mais feia que lá existia e quando encontrei umas calças de bombazine do século passado, escondi as botas por detrás dos cabides. E ali ficaram elas, toda a tarde, enquanto eu passeava alegremente por todas as outras lojas. Antes de me ir embora voltei à loja e lá estavam as minhas botas, felizes e contentes à minha espera. E agora estou eu, feliz e contente com elas a sorrirem para mim dentro do meu armário. Há dias de sorte!

domingo, 5 de dezembro de 2010

Réveillon 2010/2011

Quem me segue por aqui há algum tempo sabe que o ano passado, por esta altura, passei por uma das fases mais complicadas da minha vida. Este ano, para contrariar, estou a passar por uma fase muito, muito boa. E para aproveitar a good mood do momento, por aqui já se pensa na passagem de ano. Tudo marcado, viagem comprada, muitos planos e muitos sonhos para a contagem decrescente. Algo me diz que este ano sim, será memorável. E sabem que mais? Estou feliz. Muito.

sábado, 4 de dezembro de 2010

Macho man

Quando, na autoestrada, alguém do sexo masculino com um carro claramente superior ao meu (também não é difícil) se sente picado por ser ultrapassado e passa o resto da viagem a fazer joguinhos do gato e do rato, é impossível não pensar que essa pessoa tem, com toda a certeza, um grave problema de tamanho no que se refere às "jóias de família". É que é mesmo de macho mostrar que se consegue ultrapassar um smart que mal chega aos 140 km/h. Estúpido!

sexta-feira, 3 de dezembro de 2010

Um ano depois...

A esta hora, há precisamente um ano atrás, estava eu uma pilha de nervos, com um computador à frente, um júri a olhar para mim, as mãos a tremer e a garganta tão seca que mal conseguia falar. Acho que nunca me senti tão nervosa como naquele dia. Faz um ano que discuti a minha Tese e parece que foi ontem!

terça-feira, 16 de novembro de 2010

E depois eu é que sou loira...

Quando estacionarem o carro num parque de estacionamento de um centro comercial, lembrem-se de verificar (e decorar) o lugar onde o vosso carro está estacionado. Na pior das hipóteses decorem, ao menos, a porta que dá acesso ao local onde o dito cujo está estacionado. É que se souberem (apenas) que o carro está na "zona azul" pode acontecer-vos terem que dar três voltas ao parque até conseguirem descobrir o bicho. Depois de uma tarde de compras não foi muito agradável mas que foi de chorar a rir, lá isso foi. E o meu ar de vamos-lá-fingir-que-o-carro-está-já-três-lugares-ali-à-frente-para-ninguém-perceber-que-não-sabemos-onde-ele-está?! Lindo!

segunda-feira, 1 de novembro de 2010

domingo, 10 de outubro de 2010

Das tardes de brincadeira

Estou em estado de choque! O D. já anda melhor de skate do que eu... Mas o record dos patins em linha continua a ser meu.

terça-feira, 5 de outubro de 2010

O filme da minha vida

Amei. E saí do cinema com um nó na garganta e a cabeça a mil à hora. É curioso como há coisas que têm a capacidade de nos fazer pensar. Desta vez consegui não chorar... mas só porque estava acompanhada senão tinha sido um dilúvio.

(Obrigada, gostei muito)

segunda-feira, 4 de outubro de 2010

domingo, 3 de outubro de 2010

Ainda sobre o mau tempo

By the way, o tempo chuvoso é o maior inimigo da carteira de uma mulher. É que na impossibilidade de passar a tarde na praia, passei a tarde... a fazer compras. Digamos que, apesar de me contorcer com dores enquanto experimentava umas pecinhas lindas e maravilhosas, depois de as ter dentro de um saco, a caminho de casa, valeu a pena ;)

Do mau tempo ao ginásio

Parece que acabaram mesmo os longos dias de praias. O bom tempo está a fugir-nos por entre os dedos e com ele acabam-se também as corridas ao ar livre. Sendo assim, recomeça a época de ginásio. Ontem, depois de muitos meses sem pôr um pézinho no ginásio, levei uma coça daquelas à moda antiga. Saí direitinha para o sofá, a sentir músculos que nem sabia que existiam. As dores começaram a acentuar-se e para me mudar para a cama foi um caso digno de ser filmado. Hoje, quando acordei, parecia que tinha sido atropelada por um camião! Estou mesmo a ficar velha. Amanhã prevê-se que o caso esteja ainda pior... Se virem por aí alguém a arrastar-se, sou eu.

sábado, 2 de outubro de 2010

domingo, 26 de setembro de 2010

Os meus pensamentos nas palavras dos outros #1

Podemos preencher os espaços à nossa volta com memórias, preencher conversas, preencher as nossas vidas, de modo a que o vazio que ficou no nosso coração passe despercebido aos nossos olhos... Porque no fundo trata-se sempre disso, que uns fazem melhor e outros fazem pior. Tentamos preencher desesperadamente o vazio que fica no nosso coração, sempre que saímos derrotados de mais um caminho na nossa vida. Ou sempre que tomámos uma decisão errada. Ou sempre que nos sentimos sós. Ou sempre que desejamos muito ser felizes e essa felicidade parece demorar tanto. Tentamos encontrar a beleza em coisas simples, nos nossos dias invariavelmente simples, para não nos lembrarmos sempre do vazio. Tentamos a todo o custo preenchê-lo, com conversas, passeios, livros ou pequenos momentos, para logo a seguir estarmos novamente a senti-lo. Ao vazio. E o difícil não é senti-lo. O difícil é sermos capazes, dia após dia, de o manter adormecido, distante, longe de nós, inventando mil e uma coisas que nos ocupem o pensamento, porque dói-nos o coração, é verdade, mas dói mais quando começamos a senti-lo aproximar-se. O vazio. E no fundo, no fundo, os dias mais bonitos da nossa vida, acabam por ser aqueles em que aprendemos a viver assim, a manter o vazio à distância, e até, como que por magia, começamos a sentirmo-nos menos vazios, mais aconchegados. E contamos os dias e as horas e os segundos para recebermos os dias em que não vamos mais precisar de manter o vazio à distância, porque ele por si só irá um dia embora.
.

quarta-feira, 22 de setembro de 2010

Só tenho duas coisas a dizer deste dia

Fazer o IC19 antes das 6h da manhã é muito, muito, muito bom! Demorei 15 minutos a fazer o percurso Lisboa-Sintra.
.
Fazer o IC19 antes das 6h da manhã e regressar a casa depois das 6h da tarde é muito, muito, muito mau. Significa que se trabalhou mais de 12h seguidas. Vá, com uma paragem de 20 minutos para almoçar.

sexta-feira, 17 de setembro de 2010

A primeira semana

Hoje, no final da primeira semana de aulas, o D. chegou a casa eufórico, cheio de histórias para contar, de livros e cadernos para mostrar. Eu até já estava cansada de o ouvir (o tagarela sai à tia, benzódeus!) mas não pude deixar de me rir com as histórias sobre os colegas, as "gajas boas", os lanches e os almoços na escola e, ainda, as imitações hilariantes dos professores (que, curiosamente, ao fim de uma semana já têm alcunhas). O D. sente-se, claramente, muito mais crescido agora que vai para a escola sozinho, ainda que seja já ali ao atravessar da estrada. A mesma escola onde eu andei. A mesma escola da qual guardo tantas e tão boas recordações. E tudo isto me faz sentir velha! Ainda "ontem" lhe mudava fraldas e agora já está no 5º ano.

segunda-feira, 13 de setembro de 2010

Trânsito

Sair da empresa pouco depois das 7h30 e chegar a casa a esta hora mata-me! Pela primeira vez, nos últimos seis meses, pensei que tinha de encostar o carro à berma para fechar os olhos por 5 minutos. Mas o trânsito estava tão caótico que nem mudar de faixa eu conseguia! E ali vim, a fazer o derradeiro sacrifício, de janela aberta e com a cabeça quase de fora, já sem conseguir focar o que quer que estivesse na minha frente. Oh vida difícil! E ir tirar outro curso não?! (brincadeirinha!)

sexta-feira, 10 de setembro de 2010

Hoje foi noite de FNO


Um evento, à escala mundial, no qual o público é convidado a usufruir de uma "terapia de compras after hours a preços de happy hour". Diversas lojas e outros espaços de Lisboa, situados em pontos estratégicos da cidade, foram convidados a abrir portas fora de horas, disponibilizando, por uma noite, descontos e outras iniciativas diferenciadas e inovadoras. As ruas do Chiado estavam cheias, as montras exibiam manequins reais, no interior das lojas ofereciam-se bebidas enquanto se dançava ao som de vários DJ's.
O que eu quero ver é quem é que vai acordar amanhã às 6h da matina para mais um dia de trabalho árduo!

segunda-feira, 6 de setembro de 2010

Houston, we have a problem

Oh-oh! Parece que já temos noivo! Os bilhetinhos estão a caminho... segundo se diz por aí. Agora é que eu quero ver como é que vou descalçar esta bota! :P

Era uma vez... metade de um ordenado em chamadas telefónicas

É sempre bom ligarmos para o hospital porque precisamos de marcar um exame médico e ficarmos 20 minutos com a chamada em espera, a ouvir musiquinha. Entretanto, como que por magia, a música pára. E porquê? Porque ficámos sem dinheiro no telemóvel! É muito boooooooom! Já voltei a carregar o telemóvel mas ainda não me mentalizei que tenho que telefonar novamente e voltar para a fila de espera!

sábado, 4 de setembro de 2010

Última aquisição

Vá, para não dizerem que eu sou uma vaidosa e que só gosto de andar no alto dos meus saltos, aqui fica uma foto da última compra. São tão fofinhas! Não têm salto mas os lacinhos não podiam faltar ;)
.

quarta-feira, 1 de setembro de 2010

Manhã de praia

Já aqui disse antes que eu gosto de trabalhar por turnos. É certo que é bastante mais cansativo e que o corpo não recupera tão facilmente como quando enfrenta um horário regular, mas permite que se façam coisas que o mais comum dos mortais não pode fazer durante a semana. Toda a gente me pergunta se fazer o turno da madrugada não me custa. Na verdade, custa muito menos do que eu imaginei inicialmente. Basta o simples facto de não haver telefones a tocar de 5 em 5 minutos para que se consiga estar mais concentrado e o trabalho acaba, naturalmente, por render muito mais (e claro que sendo eu uma grande dorminhoca, não tenho qualquer dificuldade em dormir a qualquer hora do dia). A grande desvantagem, no meu caso, é sair às 7h30 e ter que enfrentar o trânsito para Lisboa. Mas hoje a viagem correu bastante melhor. A manhã começou na praia, a ver levantar o nevoeiro, seguiu-se um mergulho e uma sesta debaixo de um sol bem quentinho para recuperar energias e deixar dispersar o trânsito. Sou tão viciada em praia. Bastam 2 horinhas num qualquer dia da semana para eu ficar com a sensação que estou de férias e ir trabalhar com muito mais vontade. Sou tão fácil de agradar.

segunda-feira, 30 de agosto de 2010

Anyone?!

Só para que se saiba: caso-me com quem me conseguir arranjar um bilhetinho para o concerto do Michael Bublé. Alguém com vontade de fazer de mim a mulher mais feliz do mundo?! :P

domingo, 29 de agosto de 2010

Recordar os tempos de ginasta

Depois de um dia inteiro de praia, mais de 20 banhos e muita parvoíce, descobri que ainda consigo fazer o pino, a roda e a ponte. Mais do que isso não me aventurei sob pena de ir para casa com uma ruptura de ligamentos. E eu a pensar que já só conseguia rebolar...

quarta-feira, 25 de agosto de 2010

Grey's Anatomy

Oh God! Acabei de ver o último episódio da 6ª temporada de Grey's Anatomy e ainda estou a tremer! O melhor episódio de sempre e eu ía morrendo de ataque cardíaco. Pela primeira vez tive que fazer uma pausa a meio do episódio antes que o meu pobre coraçãozinho não aguentasse!

Uma longa espera

É impressionante como a possibilidade de uma má notícia consegue provocar uma dor (quase física) tão grande. Antecipar o sofrimento de alguém que amamos incondicionalmente dói tanto que interiormente desejamos poder trocar de lugar. Damos por nós a desejar que, como por magia, aquela pessoa consiga entrar numa redoma de vidro e, de repente, fique tudo bem. E se por acaso tivermos que aplicar a lei da compensação, então tudo o que poderá estar para vir pode ficar para nós. Não faz, nós aguentamos. Não somos fortes mas passamos a ser. Dobramos mas não quebramos. Porque, por amor, estamos dispostos a tudo pelo bem-estar de alguém. Desta vez, em princípio, está tudo bem. Mas esta foi, sem dúvida, a semana mais longa da minha vida.

terça-feira, 24 de agosto de 2010

De volta aos prazeres da cozinha #1

Canelones com carne picada, cogumelos e legumes salteados.
.
* Porque cozinhar me acalma as dores da alma e faz milagres com esta ansiedade.

segunda-feira, 23 de agosto de 2010

Encontro imediato #8

E para terminar, o momento mais empolgante do dia acabou de acontecer agora mesmo. Eu e a minha colega de casa, aos pulinhos e aos berros na casa de banho porque tinhamos uma barata de 7cm dentro da banheira e nenhuma de nós se queria chegar perto para a matar. Teve de ser um trabalho de equipa muito bem coordenado: uma a abrir a porta, a outra a desviar a cortina, a primeira a despejar metade do spray em cima da barata para a atordoar e a outra (que só assim por acaso era eu) com um sapato na mão, completamente paralisada, a suar por todos os lados, a pensar que tinha que lhe dar uma sapatada. O sapato foi mandado ao acaso para cima do bicho e eu saí disparada pelo corredor fora a berrar feita maluca e cheia de comichões pelo corpo todo! Odeio baratas! Odeio tanto baratas! Felizmente, como fui eu que a matei (e trabalho de equipa, é trabalho de equipa), foi a A. que teve de livrar-se dela e limpar o "molho". Yark! Ai, aposto que vou ter pesadelos! Lá se vai o soninho descansado!

Bom apetite


Como quem trabalha muito tem que se alimentar bem, este foi o jantar de hoje. O engraçado foi chegar à caixa e pedir, com a maior das naturalidades, um triplo whopper e ver o menino ficar de olhos arregalados e perguntar:
- A senhora vai comer um triplo?!
- Sim, vou... (ler com entoação de quem pergunta "qual é o problema?!?")
- Parabéns! É a primeira senhora que eu vejo a comer um triplo.
É certo que o rapaz passou o resto do tempo a deitar o olhinho para a minha mesa a ver como é que eu me estava a safar. Deu-me vontade de acabar de comer aquele e ir lá pedir outro. Ora uma pessoa já não pode gostar de comer, querem ver...

Exploração (quase) infantil *

Pois é, diz que andar um dia inteiro a acartar paletes não é bom... nada bom!!! Os braços e as costas, pelo menos, não gostaram nada! É certo que se poupa no ginásio mas...
A vantagem é que esta noite tenho a certeza que vou dormir lindamente, oh se vou!
.
* A sorte é que eu sou uma pessoa a quem o trabalho não assusta nada. E quando é preciso meter as mãos na massa para despachar também estou lá para isso.

domingo, 22 de agosto de 2010

Terrified

Ou como a vida é injusta...

terça-feira, 17 de agosto de 2010

Brinquedo novo

Pois é, diz que a menina se portou bem este mês e por isso teve direito a um brinquedo novo. E é tãoooooooooooooo lindo!!!! Eu queria mesmo era a edição especial com brilhantes e tal, mas parece que ainda não chegou a Portugal. Snif!! Sou tão pirosa ;)

segunda-feira, 16 de agosto de 2010

Oh God!!!

Por norma, ir ao supermercado é sempre uma aventura para mim. E porquê? - perguntam vocês. Porque tenho que passar por aquele corredor enoooooooorme cheio de guloseimas e fingir que não o vejo. Há dias em que isso é relativamente fácil ou pelo menos suportável. Hoje não foi o dia! Acabei de chegar a casa com um saco cheio de coisas tãoooooooooooo boas!!!* Vou para o inferno, já sei! A gula é, definitivamente, o meu maior pecado!
.
* só a minha S., que está lá tão longe, é que me compreende. Miúda: movies, gomas e batatas fritas? Hum? Que me dizes? Voltaaaaaaaaaaa.

sábado, 14 de agosto de 2010

...

Tinha tanto para dizer mas deixaste-me sem palavras. Obrigada pela surpresa. Significou mais para mim do que podes imaginar.

quinta-feira, 12 de agosto de 2010

Espontaneidade

Hoje em dia ser-se espontâneo e naturalmente simpático não é (infelizmente) uma qualidade, é mais uma sentença de conflitos, de confusões, de andar-na-boca-do-mundo. As pessoas são tão más que chegam a ser ridículas! E eu sou tão ingénua que ainda me surpreendo com a pobreza de espírito de alguns.

quarta-feira, 11 de agosto de 2010

Recordações

Os cheiros são das recordações mais intensas que podemos ter. Quantas vezes não somos atirados para determinadas memórias por causa de um cheiro? Há cheiros tão característicos que marcaram determinadas fases da minha vida e dos quais eu nunca me vou esquecer!

segunda-feira, 9 de agosto de 2010

I hate mondays!

E pronto, era só isto...

domingo, 8 de agosto de 2010

Photoshop no seu melhor #1

Hoje em dia, com o photoshop tudo é possível. Até eu, que de fotogénica não tenho nada (acreditem, para conseguir uma foto de jeito é precisar tirar vinte!) podia virar modelo fotográfico e pousar para uma revista masculina (ou não). Posto isto, vamos abrir hoje uma nova rúbrica, que não será mais do que uma caça ao erro nas imagens modificadas por photoshop.
.
Vá, esta é fácil, o que é que falta ali??? =)
.

sábado, 7 de agosto de 2010

A desvantagem de trabalhar por turnos

Esta história de fazer turnos é meio caminho andado para uma pessoa ficar maluca! É que fazer o turno da madrugada a semana inteira é sinónimo de chegar ao fim-de-semana e não conseguir regular os sonos. Esta noite, então, foi linda! Estive a limpar a casa até à 1h30 da manhã, às 2h estendi uma máquina de roupa, às 2h30 tomei banho, às 3h fiz a depilação, às 3h30 arranjei os pés, às 4h arranjei as mãos, às 4h30 estava deitada na cama a devorar episódios da Anatomia de Grey como se não houvesse amanhã, à espera que o sono aparecesse. Adormeci por volta das 6h e às 7h30 já estava acordada! Isto está bonito, está!

sexta-feira, 6 de agosto de 2010

Tão lindoooooooooooos

Todos vocês conhecem a minha paixão por sapatos. O que alguns podem não saber é que eu tenho a mesma paixão por vestidos! E este foi, sem dúvida, o ano dos vestidos. Estes três meninos acabaram de chegar a minha casa e eu estou em frente ao espelho, em modo tira-um-veste-outro-e-depois-o-outro-e-agora-só-aquele-mais-uma-vez.

Lucky day?!

Hoje foi dia de repetir as análises para na próxima sexta-feira saber se posso, finalmente, parar a medicação. Como esta semana estive a trabalhar de madrugada, fui directa para o hospital. E tão bom que é chegar ao hospital às 8h da manhã. Ainda há lugares à porta para estacionar, ainda não há filas para nada, ainda não há pessoas a soprar de fúria por estarem à espera... Eu fui atendida em meia hora! Thank god que o sono estava a apertar tanto que se demorasse mais um bocadinho eu adormecia na sala de espera e ali ficava o dia todo. Mas o melhor, o melhor de tudo, foi mesmo só pagar 0,70€ de parque e receber 0,80€ de troco. Assim sim!

quarta-feira, 4 de agosto de 2010

Nota mental

Ir directamente do trabalho para a praia, de manhã e depois de uma noite inteira a trabalhar não é, de todo, uma boa ideia. É que enquanto tu estás desesperada a tentar adormecer a apanhar aqueles primeiros raios solares, todas as pessoas à tua volta estão cheias de energia porque acabaram de acordar! E falam, falam, falam...

segunda-feira, 2 de agosto de 2010

Aviso de última hora

Avisa-se a população residente na área de Sintra e arredores que, caso tenha de se deslocar a Lisboa pela manhã, evite fazê-lo pelo IC19 antes das 9h. Segundo diversas fontes, foi avistada uma louca dentro de um smart, a conduzir de vidro aberto e música bem alta, a cantar e a dançar dentro da viatura, ao que parece numa tentativa desesperada de se manter acordada até ao local de destino. As últimas informações indicam que este estranho caso se repetirá todas as manhãs até ao final da semana.

terça-feira, 27 de julho de 2010

A vantagem de trabalhar por turnos...

... é poder ir à praia todos os dias. Basta ter vontade e que o tempo o permita. Como hoje! Com todo este calor e o mar ali ao lado, nada melhor para terminar a tarde do que dar uns mergulhos para refrescar e dormir uma sesta ao sol. Adoro ficar na praia até anoitecer. Não há nada que me serene tanto como ficar a ouvir o mar enquanto escurece.

sábado, 24 de julho de 2010

Shape-Ups


Estas meninas já chegaram a minha casa. Ganhei-as aqui e hoje já experimentei. São o exemplo perfeito da frase "primeiro estranha-se e depois entranha-se". Fazem um pé demasiado grande mas são super confortáveis, parece que ando sobre algodão. E o formato da sola obriga a andar com uma postura muito mais cuidada. Uma caminhada de pouco mais de meia hora e posso garantir-vos que as minhas pernas ficaram a queixar-se. Confesso que sou um bocadinho céptica nestas coisas mas não há nada como experimentar. Vamos ver, vamos ver...
.
Obrigada Sónia :)

quinta-feira, 22 de julho de 2010

quarta-feira, 21 de julho de 2010

...

Oh neura desgraçada, quando?! Mas quando é que me deixas em paz?! É que qualquer dia a minha casa fica gasta de tanto ser limpa (ou isso ou tenho que arranjar um modo de terapia diferente).

sábado, 17 de julho de 2010

Por aqui...

... estamos assim


Bom fim-de-semana para todos!

quinta-feira, 15 de julho de 2010

Começar bem o dia (ou não)

Na verdade não é começar o dia... é mais acabar, porque estive a fazer o turno da madrugada. Saí da empresa às 8h00, fresca e fofa (haja um dia!) e sem vontade de ir para a cama (internem-me, devo estar doente!). Fui à estação do Oriente comprar o meu bilhetinho de comboio para o fim-de-semana no Porto (Festival Marés Vivas, here I go!), tomei o pequeno-almoço numa esplanada, a apanhar solinho e a matar saudades da luz do dia, entrei no Vasco da Gama para ver umas montras (estava praticamente vazio, abençoada hora para ir a um centro comercial) e no caminho para casa, ainda passei por uma seaside aqui pertinho. Claro está que fiquei apaixonada, desta vez por umas sandálias! Não as comprei porque, infelizmente, não havia o meu número. E para piorar a situação, não as vou comprar. E sabem porquê? Porque depois de ter estado a babar-me por elas (as malvadas!) dentro da loja, quando cheguei ao carro tinha uma surpresa à minha espera: uma multa para pagar! Lá se vai o dinheiro das sandálias!!!

sábado, 10 de julho de 2010

Susto!

Ainda estou a tremer! Vinha eu descansadinha a caminho de casa, depois de uma bela tarde de praia, quando uma besta que conduzia uma carrinha ford transit achou por bem não parar num cruzamento! Ia sendo passada a ferro! Valeram-me os rápidos reflexos que me fizeram ficar a escassos milímetros da carrinha! Não ganhei para o susto! [E acho que nunca disse tantas asneiras seguidas num curto espaço de tempo!!!]

sexta-feira, 9 de julho de 2010

Rainha Sofia

Gosto particularmente do momento em que aparece o Puyol de toalha à cintura. Ainda pensei que a toalha fosse cair :)
.

Mau pressentimento

Sabem aqueles dias em que acordamos com um pressentimento estranho de que alguma coisa má aconteceu ou está prestes a acontecer? Ontem tive um desses dias e hoje a sensação continua! Pelo sim, pelo não, acho que vou pegar no telefone e começar a telefonar a toda a gente.

terça-feira, 6 de julho de 2010

A nova aventura: turnos #3

O pior de se trabalhar por turnos, não é trabalhar a noite toda... É regressar a casa de manhã! E fazer o IC19 às 8h da manhã, depois de uma noite de trabalho, com o solinho a entrar pelo vidro, é a pior de todas as torturas! Hoje estava a ver que adormecia com a cabeça no volante! Acho que vou ter de contratar o Jarbas para me ir buscar ao trabalho todas as manhãs!

segunda-feira, 5 de julho de 2010

A nova aventura: turnos #2

Acabada de chegar a casa depois de uma noite mais comprida do que o esperado, mas mais fácil de suportar do que imaginava. Boa noite, sim?! Volto mais logo!

domingo, 4 de julho de 2010

A nova aventura: turnos #1

A semana de trabalho começou mais cedo... Na verdade começou agora mesmo! 23h30 e eu acabei de picar o ponto. Durante as próximas duas semanas será assim: trabalhar de noite e dormir de dia. Dêem as boas vindas ao novo morcego da sociedade! A ver vamos como corre... Se eu sobreviver aos próximos quinze dias já ninguém me pára ;)

terça-feira, 29 de junho de 2010

Feriado Municipal de Sintra

Trabalhar em Sintra e morar em Lisboa tem as suas vantagens. Hoje, por exemplo, foi feriado em Sintra e eu passei um belíssimo dia de praia no Estoril (onde, curiosamente, a praia não estava a abarrotar)! Levantei-me cedinho, fiz uma caminhada de 5 km no paredão de Cascais e depois estendi-me ao sol o resto do dia, com a companhia de um livro e do meu mp3. Bem, estendi-me ao sol que é como quem diz... na verdade passei o dia a levantar-me de 5 em 5 minutos para ir à água, que estava um calorão que não se aguentava! Devia ser feriado todas as terças-feiras.

segunda-feira, 28 de junho de 2010

Today's mood #2

Hoje estou assim, digamos que, quase morta! Saí de casa às 6h30 e regressei às 19h30. Saí do carro a rastejar e quase tive que subir as escadas do prédio de gatas. O cansaço é tanto que nem tenho forças para comer. Vou só ali dormir uma sesta durante um banho de imersão e já volto, sim?
.
A boa notícia do dia é que, finalmente, assinei contrato! Deixei, oficialmente, de ser estagiária! Yeah!!!

Gente desocupada do meu país:

Eu sei que por vezes é aborrecido não ter nada para fazer. De vez em quando também passo por isso. Também sei que, hoje em dia, ter um telemóvel pode ajudar a tornar alguns momentos do nosso dia menos aborrecidos. Podemos mandar sms, fazer chamadas para amigos que ficam felizes e contentes por nos ouvirem, podemos jogar jogos ou até mesmo aceder à internet. Podemos passar horas só nós e essa magnífica invenção. Agora, o que eu não compreendo é o porquê de se usar um telemóvel para dar (a toda a hora) toques anónimos!! Pois, meus amigos, é que se o toque é anónimo, a pessoa que o recebe não sabe quem o deu. Estão a ver?! E mais: quando resolvem arriscar e deixar o telemóvel tocar mais do que uma vez, é provável que a pessoa do outro lado atenda. Não sei se sabem, mas de cada vez que alguém atende uma chamada vossa, vocês estão a.. gastar dinheiro. Certo? Certo! Pois então, se sabem tudo isso, porque é que continuam a insistir em telefonar-me todos os dias, mais do que uma vez, de um número anónimo? Chamadas essas que eu faço questão de atender porque ouvir a vossa respiração é tão sexy... E já agora porque me dá o gostinho de vos fazer gastar dinheiro em vão! Vocês continuam a ligar-me, eu continuo a atender. Combinado?! Quando acharem que já começa a ser um desperdício de dinheiro, pensem duas vezes. É que algo me diz que o autor desta "meia dúzia" de chamaditas já não tem 10 anos, nem recebeu o primeiro telemóvel pelo Natal porque se portou bem duante o ano.
Agradecida!

domingo, 27 de junho de 2010

Portagens

Oh senhores, mas porque é que no momento de pagar as portagens, a fila do lado anda sempre mais rápido do que a minha (à semelhança da fila do supermercado)?! É que, ainda por cima, calham-me sempre pessoas na frente a pedir informações. Esta semana o senhor foi tão atencioso que até saiu da cabine para dar uma informação ao condutor... Estive uma eternidade à espera.
Já sei que me vão dizer que existe uma coisa que se chama via verde. Pois é, existe, de facto! Para quem pediu o identificador há uma semana atrás! É que quem o fez esta semana, como eu, perdeu a viagem. Deixaram de vender os identificadores, até ordens em contrário, por causa de toda a polémica dos últimos tempos.
E agora lá vou eu ter que andar a tirar tickets e a parar a toda a hora para pagar portagens! Que chatice!

quinta-feira, 24 de junho de 2010

Vai um pastel?

Quer-me parecer que quem está ainda mais feliz do que eu com a compra do meu carro é... a minha celulite! Veio de malas e bagagens, pelos vistos para ficar e está a preparar-se para montar tenda (a malvada!). É que agora, para além de andar muito menos (livrei-me das corridas para os transportes públicos!), o carro está quase sempre estacionadinho à porta. E digo "quase" porque isso só acontece quando chego a horas de já não pagar parquímetro. Mas hoje foi excepção à regra porque amanhã saio de casa já de malas aviadas para o fim-de-semana. O problema é que não tinha moedas para o parquímetro e por isso tive de ir trocar uma nota à... pastelaria mais próxima, claro está! E como me pareceu chato usar uma nota para pagar apenas um pastel de nata, comprei... dois! Mham! (Sou um caso perdido, eu sei!)

terça-feira, 22 de junho de 2010

Zaragatoa nasal [ou a pior das torturas!]

Hoje realizou-se na empresa um despiste de contaminação por Staphylococcus aureus. E quem foi uma das felizes contempladas, quem, quem? Eu, pois claro! Quando o meu nome apareceu na lista, as minhas colegas olharam para mim com um ar de "ai, coitadinha!" que eu só percebi depois de fazer o exame. É que a colheita da amostra para análise faz-se através de uma zaragatoa ao exsudado nasal, que é como quem diz, enfiar um cotonete gigante pelo nariz e rodá-lo até quase arrancar o cérebro!!! É uma experiência muito enriquecedora! Muito mesmo! Alguém quer experimentar?

[Repararam no ar de angústia da menina? Comigo foi "só" um bocadinho pior! Pronto, eu confesso, até chorei! Mas é que me custou mesmo! Ainda por cima teve que ser nas duas narinas! Xiça!! E depois tive que repetir o processo na garganta... Com outro cotonete, leia-se! Nada de confusões! :P Ainda bem que não foi nenhum menino bonito que me fez o exame, que isto de um homem me pôr a chorar não está com nada!]

domingo, 20 de junho de 2010

Azelhices!

O problema de se ter um carro automático é que, quando se pega num carro que não o é, ele vai abaixo 2 ou 3 vezes antes de nos lembrarmos que temos de usar uma coisa chamada embraiagem!

sábado, 19 de junho de 2010

Tenho cá para mim...

... que a Zara está a tentar levar-me à falência!!! *


* Estive mais de meia hora no provador a tentar convencer-me a não levar estes meninos para casa. Resultou... por agora!

segunda-feira, 14 de junho de 2010

sábado, 12 de junho de 2010

Frase do dia #5

"It doesn’t make sense to let go of something you have wanted for so long, but it also doesn’t make sense to hold on when there’s nothing’s there."

sexta-feira, 11 de junho de 2010

Patrão fora...

... dia santo na loja! Pelo menos é o que se costuma dizer. Não foi bem o caso de hoje. Com a equipa inteira de férias, inclusivé todos os chefes, não tive outro remédio senão dar conta do recado sozinha. E consegui, é um facto, com o "pequeno" pormenor de que tive que trabalhar mais 3h do que era suposto!

quinta-feira, 10 de junho de 2010

Verão??

Como nos últimos dias não tenho feito outra coisa senão andar de carro para todo o lado, quando outrora corria de transporte em transporte e fazia percursos enormes a pé, hoje acordei tomei o pequeno-almoço (devia dizer almoço devido ao avançado da hora, mas isso agora não interessa nada) e fui passear. Na verdade adoro percorrer as ruas de Lisboa a pé. Quando já estava suficientemente longe e num sítio sem abrigo possível, caiu não uma chuvinha mas sim uma chuva torrencial! Escusado será dizer que fiquei encharcada. Estou a adivinhar uma constipação amanhã, ai estou, estou! Chefe querida, se me estás a ler, caso eu amanhã não vá trabalhar é porque estou com uma pneumonia!

terça-feira, 8 de junho de 2010

A pôr a leitura em dia

Este é o meu novo "livro de mesa-de-cabeceira". Parece-vos bem?! Diz a sabedoria popular que "o saber não ocupa lugar"... Parece-me que, pelo menos, vai dar uma boa ajuda na hora de adormecer. *
.

* Não que eu ande a precisar de ajuda... Ontem à noite, por exemplo, adormeci instantaneamente e, como tal, esqueci-me de ligar o despertador. Resultado: acordei muito depois da hora de apanhar o comboio. Opa, que grande chatice, lá tive eu que ir de carro para o trabalho. Eu não queria mas... estava destinado! ;)

domingo, 6 de junho de 2010

Primeira prova: Rali na A8

Superada! Muito trânsito, muitas obras, mas ainda assim o meu menino portou-se à altura. É certo que, por mais que eu pise, o ponteiro não vai para além dos 135 km/h o que, por vezes, pode ser um bocadinho aborrecido mas tem a grande vantagem de dificilmente apanhar uma multa por excesso de velocidade. Ah grande máquina!
.
Vir com ele para Lisboa tem a grande desvantagem de ter que o ir estacionar lá para-trás-do-sol-posto, porque os lugares à porta de casa são todos pagos (e bem pagos). Parte-me o coração sabê-lo lá tão longe, sozinho e abandonado, debaixo de uma árvore, a servir de casa-de-banho para os passarinhos. Snif!

sábado, 5 de junho de 2010

Auto-Rádio

Opaaaaaaaaa, então o rádio do meu Ferrari funciona a... CASSETES!!! Valha-me Deus! Eu tenho ali muitas dos meus tempos de adolescência, é um facto, mas não me apetece ir curtir um passeio ao som de Onda Choc e outros que tais =)

sexta-feira, 4 de junho de 2010

Olá mundo, este é o carro

Olá carro, este é o mundo! =)
.
Pronto, é oficialmente meu! O meu bichinho já está ali, estacionadinho, a rir-se para mim. Feliz e contente por estar à minha porta, e eu por ele estar ali. Agora, se me dão licença, vou atestar o depósito e dar um passeio. Até mais logo, sim?!

terça-feira, 1 de junho de 2010

Contrata-se com urgência

Cozinheira para as noites de segunda-feira a quinta-feira. É que a preguiça (o cansaço, perdão) tem atacado em força. De preferência que saiba fazer comidinhas deliciosas mas light! É que a continuar com este ritmo, os quilos que eu já consegui perder com este novo emprego voltam bem depressinha... O jantar de hoje, por exemplo (não, não foi chocapic), foi nada mais nada menos do que um copo de leite, um pacote de chipmix, duas madalenas e metade (por enquanto) de um pacote de batatas fritas. Ah, e tenho ali um chocolate que me está a piscar o olho... e umas torradinhas com tulicreme também vinham mesmo a calhar. Por favor, alguém que me venha trancar a despensa!!! E tirar o pacote das batatas da frente.
.
Dizem os entendidos que este pode ser um sinal de carências afectivas... Miminhos?? Alguém?? Anyone??

segunda-feira, 31 de maio de 2010

Animais de estimação

Pois é, meus amigos! Parece que sim, que tenho um novo animal de estimação para tratar, alimentar, amar e acarinhar. E o meu coração é tão grande, oh se é! E o meu bichinho é lindo que só ele. É pequenino e fofinho. Vai ser o meu novo melhor amigo. Vamos passear juntos. Vai andar comigo para todo o lado. Vamos ser inseparáveis. Ah, pois vamos! Curiosos?! Não percam o próximo episódio ;)

domingo, 30 de maio de 2010

Lesionada

Hoje, apesar de ser domingo e de me ter deitado tarde, acordei às 7h! Olhei para o relógio e só me apetecia dizer umas coisas feias! Já não há nada a fazer, como se costuma dizer o hábito faz o monge e acordar todos os dias de MADRUGADA troca-me, completamente, as voltas ao domingo (logo eu que adorava dormir até ao almoço!). Mas tudo isto para dizer que, obviamente, já que estava acordada e não estava muito calor, como é que eu passei a minha manhã?! A dar uma corridinha até à praia, claro. Da parte da tarde o sol aqueceu e lá fui eu, qual lagarto, estender-me ao sol. A determinada altura estava eu já no reino dos sonhos quando ouço gritarem por mim. A prever o que aí vinha, levantei-me tão depressa como se o violador de Telheiras estivesse atrás de mim. Consegui assim evitar metade de um banho. E digo metade porque da cintura para cima não me tocou nem uma gota. Já a toalha ficou ensopada. O resultado deste "salto mortal encarpado à retaguarda" foi uma distensão na virilha. E agora deviam ver a minha figurinha para tentar andar. Nem quero imaginar como isto vai estar amanhã quando acordar. E viva o desporto! #$%&%$#&!!!!

quinta-feira, 27 de maio de 2010

Rock in Rio #2

Bom, até tive direito a assistir ao fogo de artifício.

Rock in Rio

Alguém me explica como é que eu vou conseguir dormir esta noite? Para além de não ter sono (apesar de estar cansadíssima), não sei como vou conseguir adormecer com o Rock in Rio a tocar "ali na minha sala". É que consigo ouvir tudo tão nitidamente que podia jurar que o palco estava montado cá em casa. Isto até podia ter as suas vantagens, não fosse o facto de amanhã ter que me levantar às 5h da manhã para ir trabalhar! Oh God, que o dia de amanhã vai ser difíciiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiil!

Prova dos nove

Tentei fazer a prova dos nove e parece que sim, que bate tudo certo. O que aqui foi dito continua a valer e eu estou tão infeliz!!! Pensei mesmo cá para mim "Marta Maria, devias estar com um ataque de TPM no dia que enjoaste aquela maravilha. Não podias estar boa da cabeça, concerteza. Por isso toca a ir aquecer o último crepe que está no congelador para ver se voltas a comer e chorar por mais!" Mas não, meus amigos, nada disso. Esta paixão morreu. R.I.P.

domingo, 23 de maio de 2010

Lição #1

Mas quando é que eu aprendo a não calçar sapatos de salto alto para sair à noite?! Desconfio que a noite de ontem foi a mais dolorosa da minha vida. Já quase se viam as lágrimas a querer saltar. E conduzir de regresso a casa também foi uma tarefa terrivelmente complicada*. Quase podia jurar que tinham posto pregos nos pedais do carro! Mas o pior de tudo, o pior mesmo (e isso sim, quase me fez chorar) foi o banho-de-sei-lá-o-quê que os meus sapatinhos levaram! Não estivesse aquele personagem tão pouco-sóbrio e eu era menina para lhe dar uns valentes sopapos!
.
No meio disto tudo, lá se foi a corridinha até à praia que estava planeada para a manhã de hoje. Desta vez fiquei-me mesmo só pela ida de carro, por uns bons mergulhos (que não há melhor para a dor de pés do que a água gelada que por aqui se faz sentir) e uma manhã a torrar debaixo de um belíssimo sol!
.
* Sim, eu sou a condutora 100% cool. Às vezes devia era ter a capacidade de me dividir em 2 ou 3 para levar todos os carros até às respectivas casas... :P

quinta-feira, 20 de maio de 2010

Vendia a alma ao diabo... #2

... obviamente por mais uns sapatinhos. Desta vez uns Fendi de cortar a respiração que, como não podia deixar de ser, também têm lacinhos. Quero tanto!
.

quarta-feira, 19 de maio de 2010

Pequenos prazeres

E por falar em saudades, tenho muitas, mas mesmo muitas saudades de... cozinhar! Eu que gosto tanto de me dedicar aos prazeres da boa mesa, há mais de um mês (que é como quem diz, desde que comecei a trabalhar) que não cozinho uma única refeição. Os jantarinhos têm sido passados, não a pão e água (mas pouco mais), mas a fruta, leite, iogurtes, cereais... O cansaço tem sido tanto que, por mais que goste, não tenho força sequer para mastigar quanto mais para cozinhar. Mas há que ver sempre o lado positivo das coisas, certo? Pois então, a balança tem agradecido!
.
Outra das coisas que tenho feito pouco, ultimamente, é dormir! Tenho que acordar cedíssimo para ir trabalhar e nunca consigo deitar-me a horas decentes. E até mesmo ao fim-de-semana tenho acordado bastante mais cedo do que seria normal porque, como a semana é tão agitada, custa-me "desperdiçar" tempo a dormir. Quem me viu e quem me vê. O pior mesmo é que, durante a semana, mal o despertador toca, o primeiro instinto é atirá-lo contra a parede (lá está o mau feitio a dar sinais outra vez) e o primeiro pensamento do dia é "oh god, nunca mais é logo à noite para voltar para a cama". Credo!

sábado, 15 de maio de 2010

Frase do dia #4

A saudade é o sentimento mais difícil de suportar.

quinta-feira, 13 de maio de 2010

I'm so proud! #2

E não é que o meu menino das explicações já soube mais uma nota... Desta vez teve 12! Já consegui duplicar a nota, estamos no bom caminho. Ainda temos um mês pela frente e mais um teste à espera portanto: mãos à obra! Trabalho é a palavra de ordem!*
.
*Estás feito comigo, miúdo! Já deves estar a desejar que o ano acabe bem depressinha =)

quarta-feira, 12 de maio de 2010

Parabéns!!!


Pelo menino bem disposto e irrequieto que és (como se quer). Pela alegria que distribuis por onde quer que passes. Pelas brincadeiras e gargalhadas a dois. Pelos mimos que trocamos e que são só nossos. Pelo amor genuíno que despertaste em mim há 10 anos atrás.

segunda-feira, 10 de maio de 2010

Vendia a alma ao diabo... #1

... por estes sapatinhos Valentino! É que ficavam lindos, lindos, lindos nos meus pezinhos! Qual Dorothy do feiticeiro de Oz...
.

sábado, 8 de maio de 2010

Sobre o mau feitio matinal

Quem me conhece sabe que tenho mau feitio ao acordar. Vá, não é bem mau feitio, é mais... hummm... uma grande vontade de continuar a dormir e não poder. Se há coisa que eu não sou capaz é de ter uma conversa mal saio da cama. Quem tem o (des)prazer de partilhar casa comigo já sabe que, quando acordo, apenas sou capaz de dar um "bom dia" entre dentes e as conversinhas ficam para depois (não é verdade meninas?). Não sei explicar porquê mas o meu cérebro está demasiado adormecido até às 10h da manhã para conseguir reagir ao que quer que seja. E é por isso que, ultimamente, há uma coisa que me tira do sério: depois de 45 minutos de viagem nos comboios da linha de Sintra, odeio (com todas as minhas forças) apanhar o autocarro até à empresa. E porquê? - perguntam vocês. Porque há meia dúzia de velhotas que já apanham aquele autocarro há anos e que conhecem a vida umas das outras como a palma das próprias mãos. Pois as ditas senhoras já devem estar a precisar de aparelhos auditivos porque falam tanto e tão alto que até eu já lhes conheço os pormenores mais sórdidos. Haja paciência! Estou à beira de me tornar num daqueles estudantes malucos dos EUA que, de repente, entram numa escola e desatam a dar tiros a tudo e a todos. Vá, eu fico-me pelo bastão de basebol que qualquer dia vou levar na minha mala.

quarta-feira, 5 de maio de 2010

Não fui eu que escrevi, mas podia ter sido #1

"Eu sei porque é que como tanto à noite. Porque quando não como e me deito sossegada, o estômago vazio deixa espaço para o coração respirar. E - à noite - dói muito. E eu não sei se prefiro fazer dieta ou continuar a ignorar que tenho coração."


A descrição mais simples e mais perfeita do que por aqui se passa. Eu não conseguiria escrever melhor nem ir tão ao fundo da questão.

segunda-feira, 3 de maio de 2010

O progama da noite de hoje

1. O Zé tinha 10 livros. No dia dos anos deram-lhe 5 livros. O Zé resolveu então dar 2 livros que já tinha lido, para a biblioteca da sua escola. Quantos livros tem agora o Zé?

2. A mãe pediu à Ana para ir apanhar flores para uma jarra. Ela apanhou 7 rosas cor-de-rosa, 5 rosas amarelas e 4 cravos brancos. Quantas rosas apanhou a Ana?


[...]

Isto pode tornar-se seriamente viciante =)

Sobre o dia da mãe

Ainda que em atraso, não podia deixar de dizer que a minha mãe é a melhor... só* por ter feito a melhor canja do mundo. Aquela que me alimenta depois de sair de casa às 7h da 'madrugada' e regressar às 22h (poor child) com cara de quem não dorme há 5 dias, nem come há 10, e sem força para fazer um único movimento que não seja rodar o botão do microondas. Obrigada por me alimentares mesmo à distância. ;)
.
* Por isso e por muito mais! Adoro-te e tu sabes isso. Não preciso de te elogiar aqui porque os mimos ficam só entram nós.

domingo, 2 de maio de 2010

Agradecimento

"À medida que crescemos o dia de anos deixa de ser o dia em que se comemora mais um ano de idade e passa a ser o dia em que se comemora aquilo que somos, o que mudámos, o que deixámos ficar, o que superámos e todas aquelas pequenas coisas que nos fazem "mais nós"!
[...] Esta prenda pequenina é para te lembrares que tens um recomeço feliz e cheio de alegrias à tua frente! Uma página em branco mesmo à espera de ser colorida! E vais poder usar todas as cores que quiseres...
[...] There are no happy endings but there are happy paths!!! Enjoy your way through life!"
.
Eu, que sou uma chorona da pior espécie (assumidíssima), tenho amigas que me escrevem postais destes. Não se admite! O meu coração ficou logo apertadinho. Obrigada, miuda! Pela companhia, pelo presente, pelo postal... pela amizade! Porque há amizades que ficam para sempre!
.
Obrigada também a todos aqueles que comigo partilharam este dia e a todos os que, estando longe, se tornaram presentes através de telefonemas ou mensagens.

sábado, 1 de maio de 2010

Wish List #1

Pois que amanhã é o dia D. E como não é todos os anos que se festeja um quarto de século (bolas, estou a ficar velha!) a vontade começou por ser muita... Mas entretanto passou. No entanto havia algumas coisitas capazes de me animar... Então, meus amigos, vai uma vaquinha para me fazerem feliz? :P




Então, não me venham com coisas que eu sou uma pessoa de bom gosto! Já agora, se houver por aí alguém com um boletim premiado do euromilhões, também se aceita. Sim?!

sexta-feira, 30 de abril de 2010

Weird things #1

Hoje vi o capachinho mais estranho de todos os tempos. Bom, é certo que isto não passa de um pleonasmo porque capachinho é sempre sinónimo de estranho, mas era mesmo, mesmo, mesmo muito mau. Considerando que o senhor tinha cabelo grisalho e o dito cujo era castanho, a puxar para o ruivo, ficava ali que era um mimo! E ao sair do comboio, o vento era tanto que fiquei à espera de o ver voar... Ai que vou para o inferno. Ai vou, vou.

terça-feira, 27 de abril de 2010

Today's mood

Há dias em que tudo me parece cinzento mesmo com o bonito sol que brilha lá fora. Mas eu acredito que a vida se resolve sozinha, basta saber esperar. Por isso, um dia destes, sem que eu esteja à espera, tudo vai começar a fazer sentido. Pelo menos assim o espero...

Estou capaz de matar alguém

Ai estou, estou. Ontem, ainda antes de me deitar, alguém se lembrou que era uma excelente hora para ouvir música aos altos berros. Eu estava tão cansada que mal caí na cama adormeci instantaneamente e por isso a música não me incomodou muito. Não faço ideia até que horas é que durou este "concerto" de músicas do tempo da Maria Cachucha mas por norma, quando isto acontece, é coisa para durar até de madrugada. O pior mesmo foi que esta pessoinha achou que ainda não tinha incomodado o suficiente e toca de meter a música ainda mais alta às 7h da manhã!!! Às SETE horas!!! Pelo amor da Santa! Esta gente não tem mais nada que fazer? E rebolar na cama sem conseguir dormir é coisa para me deixar MUITO irritada! Estou com uma dor de cabeça que nem vejo bem! Logo hoje que não fui trabalhar e que não há comboios a passar em frente à janela... Tinha tudo para ter uma bela e descansada manhã. Ui, que neura!

segunda-feira, 26 de abril de 2010

Isto está bonito

Ainda não tenho um mês de casa e já começo a chegar atrasada ao trabalho... É certo que a culpa não é minha, que a CP é que se lembrou de fazer greve durante 3 dias desta semana, mas não gosto, não gosto mesmo nada. Até porque eu tenho que apanhar mais do que um transporte para chegar à empresa e atrasar-me num deles é sinónimo de complicações. Por isso aqui estou eu, vestida, calçada, arranjada, de janela aberta, à espera de ouvir um comboio aproximar-se (sim, ainda tenho esperança que haja alguma ovelha negra na CP que se tenha recusado a fazer greve e que apareça por aqui antes das 10h). E se hoje e quinta-feira a greve é apenas até às 10h da manhã, amanhã vai ser o dia todo. A minha sorte é trabalhar com pessoas compreensivas que percebem que isto de não se ter carro é uma grande chatice... Aposto que havia por aí muitos chefes a mandarem alguns de vós ir para o trabalho de táxi (o que, considerando que eu trabalho em Sintra, era coisa para me deixar quase lisa). Eu bem tento mas o Euromilhões não quer nada comigo...

sábado, 24 de abril de 2010

A carochinha

Há coisa de um mês atrás participei neste passatempo e como não fui a feliz contemplada, nunca mais me lembrei do texto. Hoje, numa limpeza ao computador, dei de caras com ele. Aqui fica para recordação. O que eu me diverti a escrevê-lo. Passei o dia a rir de cada vez que me lembrava.
.
"Esta é a história de uma carochinha
que para além de casar
o que queria mesmo era assassinar a celulite
que a andava a importunar

Era uma vez
Uma vaidosa carochinha
Que encontrou cinco tostões
Enquanto varria a cozinha.

Comprou fitas p’ró cabelo
E foi pôr-se à janela
Para ver se encontrava
Quem quisesse casar com ela.

Mas a pobre carochinha
Não parava de pensar
"Se não tiver um corpinho bem feito
Comigo ninguém vai querer casar"

Primeiro chegou o cão
Com ar muito convencido
Mas olhou para o rabo da carochinha e disse
- Ui, não quero ser teu marido.

Coitada da carochinha
Ficou desolada
Começou a correr em volta da mesa
Até ficar cansada

Com menos umas graminhas
Voltou para a janela
Agora que estava mais esbelta
Haviam de casar com ela

Apareceu então o gato
Que estava sempre a miar
Quando viu a carochinha disse
- Contigo não vou casar.

Chegou então o cavalo
Que se pôs a relinchar
Olhou para a carochinha
E não conseguiu parar de gracejar.

A pobre carochinha lá continuava
Com a sua voz meiguinha:
- Quem quer casar comigo
que sou formosa e boazinha?

Veio então o senhor galo
Muito gentil e cavalheiro
Mas não conseguiu conter-se e disse:
- Fico melhor no galinheiro.

Foi a vez do senhor porco
Todo contente e janota
Viu a carochinha e disse
-Estás mais redonda que uma bolota

Triste e sozinha
A carochinha para casa voltou
Fez uns abdominais
E achou que resultou

Voltou para a janela
E adivinhem quem zurrou
Foi mesmo o senhor burro
Coitado, desmaiou

A carochinha já estava
A ficar impaciente
Fez umas flexões e continuou à janela
À espera de um pretendente.

Para além do senhor carneiro
Também o boi ali passou
Mas coitada da carochinha
A nenhum ela agradou

Já estava a ficar triste
A nossa linda carochinha
Já pensava em desistir
E voltar para a cozinha.

Apareceu então um rato
Pequeno mas jeitozinho
Que deixou a Carochinha
Logo presa pelo beicinho.

A carochinha sorriu
Ele estendeu-lhe a mão
- Deixa-me apresentar,
Chamo-me João Ratão.

- Não vais troçar de mim?
Perguntou esperançada a carochinha
Respondeu-lhe o João Ratão
- Claro que não, gosto de ti assim redondinha

- No entanto deixa-me que te diga
Tenho a cura para o teu problema
Trabalho no centro Body Concept
Acabou-se o teu dilema.

- Não vais ter que te cansar mais
Porque tenho aqui para te oferecer
Um pack de sessões de cavitação
Para a celulite derreter.

- O tratamento inclui pressoterapia
Para além da cavitação.
Só se usa creminho do bom
No corpinho da menina do meu coração.

A nossa carochinha
Não podia estar mais feliz
Abriu a porta ao João Ratão
Fez-lhe uma festa no nariz.

Deram um grande beijo
E começaram a namorar
Mas logo decidiram:
- Está na hora de casar!

Foram então bem juntinhos
Os amigos convidar
E logo uma grande festa
Começaram a preparar.

A Carochinha de vestido branco
E de lindo véu na cabeça
O João Ratão de fato novo
Estavam os dois uma beleza.

Todos conhecem esta história
E sabem que dela se tira a seguinte lição
Ninguém seja tão guloso
Como era o João Ratão

Mas porque esta versão é minha
Não há luvas nem trambolhão
Nem o João Ratão vai a casa
Nem cai no caldeirão.

Ao final estamos a chegar
E esta é a minha lição
Ficam então a saber
Não há bela sem senão

Se bonitas querem ficar
Como a carochinha têm que fazer
Visitar um centro Body Concept
Ou por esse rabo a mexer."

sexta-feira, 23 de abril de 2010

O motorista psicopata

A nova personagem da minha vida é, nada mais, nada menos, do que o motorista do autocarro que eu apanho todos os dias para o trabalho. Deviam vê-lo... É tãaaaaaaaaao lento. Conduz devagar, devagarinho, o que só por si é coisa para me dar uns fernicoques. Busina por tudo e por nada e pragueja aos sete ventos com a cabeça de fora da janela. Já para não falar que, durante todo o caminho, assobia uma música completamente creepy! Faz-me lembrar os psicopatas dos filmes de terror, que não param de assobiar enquanto torturam as vítimas. Oh God, felizmente não é sempre o mesmo!

quinta-feira, 22 de abril de 2010

Oh não!!!

Não pode ser!!! Nãoooooooooooooo! O que vai ser de mim agora? Como é que vou sobreviver? Vou ser tão infeliz daqui para a frente! Pobre de mim... que enjoei os crepes de chocolate do Pingo Doce! Buáaaaaaa!

terça-feira, 20 de abril de 2010

Uma nova aluna

Hoje foi o meu primeiro dia com uma aluna nova. A B. (pasmem-se!) tem 7 anos e é uma menina absolutamente adorável. A turma teve problemas com o professor do 1º ano, que faltou imenso, e por isso ficaram muito atrasados, quer na leitura, quer na matemática. Depois de um dia terrivelmente cansativo no trabalho e de uma corrida debaixo de chuva para chegar a horas de receber os pais, soube-me lindamente esta horinha descontraída com a B., a ler histórias de princípes e princesas. Decididamente, o meu mundo é no meio das crianças... cada vez mais.

sábado, 17 de abril de 2010

...

"A nossa história tem três partes: um princípio, um meio e um final. E apesar de ser assim que todas as histórias se desenrolam, ainda me custa a crer que a nossa não tenha continuado para sempre. Reflicto nestas coisas e, como sempre, o tempo que passámos juntos volta-me à memória. Dou por mim a recordar como tudo começou, pois agora estas recordações são tudo o que me resta."

in Juntos ao luar, Nicholas Sparks

sexta-feira, 16 de abril de 2010

Matemática

Esta semana, pela primeira vez, ouvi da boca do N. a frase "eu até gosto de matemática e fazer estes exercícios até é divertido... os professores é que estragam tudo". Eu nem queria acreditar no que estava a ouvir. Conseguir pôr um miudo a admitir que até gosta de matemática, principalmente quando há dois meses atrás estava a pensar anular a matrícula, é um feito histórico. Alguém tem foguetes?!

segunda-feira, 12 de abril de 2010

Frase do dia #3

"If I’ve learned anything in life, it is that sometimes things get in your path and you have a choice: you can either smash right into them, or you can adjust and move around, but you have to do one or the other in order to move forward."

sábado, 10 de abril de 2010

Está oficialmente aberta...

... a minha época balnear. Eu, a minha bicicleta e o meu mp4 (já somos os melhores amigos) fizemo-nos à estrada rumo a uma tarde de sol fantástica, uma praia (ainda) quase deserta e um mar tão sereno que mal se ouvia. O baptismo foi feito não com um, mas com três banhos absolutamente divinais. E amanhã a história vai-se repetir, ai vai, vai!

quinta-feira, 8 de abril de 2010

Ainda sobre os afectos

Sou fácil, sim. Dou-me com muita facilidade e as pessoas levam de mim tudo aquilo que querem*. Mas mais do que isso, sou muito intensa. Na verdade, demasiado intensa na maioria das vezes. Quer isto dizer que me empenho a sério numa relação, quer seja de amizade, quer seja de algo mais. Faço tudo pelas pessoas a quem quero bem, sem que elas precisem sequer de pedir. Envolvo-me nas suas vidas, partilho das suas alegrias, festejo as suas vitórias, choro as suas tristezas, absorvo os seus problemas como se fossem meus e sofro na mesma proporção. Na maioria das vezes, isso pode ser uma verdadeira pedra no sapato, mas não consigo ser de outra forma. Há quem diga que devia ser mais egoísta, pensar em mim antes de pensar nos outros. Mas isso, definitivamente, não está na minha natureza.
.
*Mas não sou ingénua e não é com duas cantigas que me dão a volta.

quarta-feira, 7 de abril de 2010

Definitely, I'm a people person

Que é como quem diz, sou de afectos fáceis. Salvo raras excepções, quase sempre fui assim. Fico sempre nervosa com mudanças para novos ambientes mas acabo por me adaptar com relativa facilidade, quer ao local, quer às pessoas. Talvez por ser muito observadora e assim consiga perceber facilmente a maneira de ser de cada um. Talvez também por ser totalmente transparente: sou precisamente aquilo que demonstro ser, sem fachadas nem subterfúgios, e dessa maneira as outras pessoas sabem com o podem contar. Gosto de observar com atenção, gosto de tactear por onde passo, gosto de fazer novos conhecimentos com muita calma e muita serenidade, mas mal dou por mim já estou completamente absorvida, quer no ambiente, quer nas pessoas.
Tudo isto para dizer que ao fim de três dias posso afirmar que gosto muito da equipa com quem trabalho e, elas ainda nao sabem, mas já nutro uma verdadeira paixão por duas delas!

segunda-feira, 5 de abril de 2010

O meu dia em 4 palavras

Quase morta mas feliz! =)

O meu dia em 3 palavras

Too much information!

O meu dia em 2 palavras

Quase morta...

Frase do dia #2

"There is nothing in this world that you cannot do"

domingo, 4 de abril de 2010

Em contagem decrescente

Amanhã é o dia D. Amanhã já não vou poder dormir até tarde. Amanhã, se me apetecer, já não vou poder ir correr. Amanhã já não vou poder ir dar um passeio ao sol. Amanhã já não vou poder ir às compras a meio da tarde. Tal como o mais comum dos mortais. E, na verdade, estou feliz por isso! Muito feliz! É o início de uma nova etapa, de um novo capítulo que vai ser escrito com muita calma e com muita serenidade. Porque, finalmente, estou em paz comigo e estou de bem com a vida, de braços abertos à espera do que virá.
Tal como me diziam ontem: "A vida é maravilhosa e temos todo um universo de oportunidades, possibilidades e novidades à nossa frente. Ao nosso alcance."
.
Wish me luck!

quarta-feira, 31 de março de 2010

Sabes que estás mais lamechas do que o normal...

... quando recebes um sms e, em plena Zara, os teus olhos se enchem de lágrimas. E depois corres para o provador para tentar disfarçar. Estou cá uma sentimentalona! O que é certo é que as recordações, essas, ninguém nos tira. Ficam sempre guardadas num cantinho especial.

Ainda há esperança no mundo para mim

Ou então não... Depende do ponto de vista! Segundo esta notícia, as curvas femininas têm, nos cérebros masculinos, o mesmo efeito que drogas. Oh, pobres coitados! Comigo, então, vão andar sempre grogues!!! É melhor não se aproximarem...

domingo, 28 de março de 2010

Frase do dia #1

"Don't make decisions when you're angry."

sábado, 27 de março de 2010

Good mood

Depois de uma noite de pura diversão em que a única parte menos divertida foram mesmo os saltos altos, nada como acordar com o sol na janela e uma massagem nos pés para repor todas as energias. Claro está que a massagem fui eu mesma que a fiz, que remédio. Não se ponham com ideias. E agora, Cascais espera-me para uma belíssima tarde de sol à beira-mar. Quem sabe com uma corridinha pelo meio. Vida difícil, esta!

sexta-feira, 26 de março de 2010

Ladies Night #2

Já se estavam a queixar que eu não escrevia nada há muito tempo... Pois bem, o que me ocorre dizer é que hoje vai haver mais um jantarinho destes cá em casa. Mas desta vez, prometo que já tenho saca-rolhas. A nossa noite vai ser muito mais fácil :)
Se tiverem muitas saudades de me ouvir, avisem porque quando não tiver nada para dizer posso sempre fazer aqui o resumo das novelas da TVI.

terça-feira, 23 de março de 2010

I'm so proud!

O meu menino recebeu a nota do teste de matemática. E não é que teve positiva?! Teve um dezito que é assim uma notinha mixuruca e, em circunstâncias normais, era coisa para me deixar desapontada... mas considerando que tinha tido 6 (xiu!!!) no teste anterior ao início das explicações, nada mau, hein?! Confesso que pôr o miúdo a pensar matemática foi uma batalha difícil. Não que ele não tenha capacidade, porque tem e muito mais do que pensa, mas porque já tinha desistido. Coragem, puto, que ainda vamos subir essa notinha para uma coisa que se veja ao longe no próximo período!

À beira de uma síncope

Valha-me Deus que ia tendo um ataque cardíaco agora mesmo! Então não é que fui à janela do quarto e de repente senti qualquer coisa debaixo do pé... Quando olhei ía-me caíndo tudo ao chão. Tinha esta criaturinha, que mede quase 4cm de comprimento (sem contar com as antenas - coisa pouca, portanto!!!), a estrabuchar no chão do quarto, a abanar as antenas e as patas... Yark!!! Com licença que vou só ali vomitar e já volto. É que para este amiguinho estar aqui a esta hora significa que passou a noite comigo! Por onde é que ele terá andado a passear?!

domingo, 21 de março de 2010

Toca p'ra mim

"Pride & Prejudice" foi o filme que me acompanhou no final de tarde de hoje. Adoro histórias-de-amor-com-finais-felizes. Quero uma p'ra mim, sim?! E esta música?! A-m-e-i!

"Mr. Darcy: You must know... surely, you must know it was all for you. You are too generous to trifle with me. I believe you spoke with my aunt last night, and it has taught me to hope as I'd scarcely allowed myself before. If your feelings are still what they were last April, tell me so at once. My affections and wishes have not changed, but one word from you will silence me forever. If, however, your feelings have changed, I will have to tell you: you have bewitched me, body and soul, and I love... I love... I love you. I never wish to be parted from you from this day on."

Desabafos

E de repente tudo fica muito melhor, muito mais leve, muito mais suportável... porque afinal há quem partilhe dos nossos sentimentos e nos compreenda na perfeição.

sábado, 20 de março de 2010

Arrumações

A tarde de hoje devia ter sido passada no ginásio, como todas as tardes de sábado. No entanto, o exercício físico foi outro. Finalmente decidi-me a acabar de organizar e arrumar todos os dossiers, livros e sebentas do curso, assim em jeito de encerramento dessa etapa. Foi uma tarefa árdua esta de encher caixas e subir e descer o escadote para arrumar tudo no fundo do primeiro andar do meu armário. Os ombros ainda não pararam de se queixar do peso... Deve ser por isso que este serviço estava hibernado desde Dezembro.
Já nem me lembrava que tinha tanta tralha: 30 dossiers, 14 livros e 37 sebentas!!! E no meio de tudo consegui descobrir verdadeiras pérolas como "Introdução à Química Quântica Computacional" (WTF???) ou "Análise Complexa em uma Variável e Aplicações" ou ainda "Fenómenos de Transferência - Fundamentos de Transferência de Massa". A sério, eu estudei mesmo estas coisas?! Brincadeirinha! Eu lembro-me bem das dores de cabeça que todas as cadeiras maradas me deram.
Mas agora digam-me lá, os meus dossiers não estão o máximo? Hum? E deviam vê-los por dentro, cheios de separadores com o nome da disciplina, nome dos professores, notas de todos os testes, trabalhos, exames e outras maricadas... Já sei, já sei, eu sou louca e tenho a mania das limpezas e da organização... Mas é mais forte do que eu.

sexta-feira, 19 de março de 2010

Sobre a humilhação

Ao longo da vida são imensas as sensações que nos afectam: alegria, carinho, paixão, saudade, tristeza, amor, ódio, desejo, culpa… No meio de todos esses sentimentos há um que se revela uma verdadeira pedra no sapato: a humilhação.
Há muitas maneiras de nos sentirmos humilhados. A mais comum diz respeito às opressões hierárquicas em que alguém, de alguma forma superior a nós, nos menospreza, nos reduz, nos coloca no devido lugar. Mas... e quando a humilhação não é fruto da hierarquia? Muitas vezes somos nós mesmos o causador da nossa própria humilhação. Tentamos superar uma dor antiga e não conseguimos. Procuramos ficar amigos de quem já amámos um dia e acabamos por criar uma guerra entre a razão e o coração. Oferecemos o nosso corpo e o nosso carinho a quem, na verdade, não precisa nem de um, nem de outro. Disponibilizamos o melhor de nós, procurando receber de volta na mesma proporção, ainda que saibamos que isso nunca acontecerá. Cuidamo-nos, perfumamo-nos, colocamos aquela peça de roupa especial e ficamos à espera infindavelmente.
São imensas as situações em que nos podemos colocar diariamente sob a alçada da humilhação e, em qualquer uma delas, a causa não é mais do que o desconhecimento de nós mesmos, dos nossos sentimentos mais profundos, das nossas fraquezas, das emoções que julgávamos adormecidas e que acordaram impiedosas... essas sim, para nos colocar no devido lugar.
.
[Não se preocupem, isto é apenas resultado de exercício físico a mais e um banho turco demasiado quente no final da sessão de ginásio de hoje... Ia indo desta para melhor... Deve ser essa a razão de tanta profundidade.]

quinta-feira, 18 de março de 2010

Será peso na consciência?!

Parece que amanhã já vai chover e por isso, assim em jeito de antecipação, acabei de chegar de uma corrid"inha" de 2h pelo Parque de Alvalade. Não tem nada a ver com o facto de ontem ter feito um bolo de chocolate (cof, cof). Como é que eu moro há seis anos aqui tão perto e nunca me tinha lembrado de lá ir?! Musiquinha no mp4, 18ºC na rua, um ventinho refrescante e aquele cheirinho a natureza... consegue ser quase tão bom como uma corrida à beira-mar. Quase! Deixo-vos algumas fotos, todas retiradas daqui.

quarta-feira, 17 de março de 2010

Lei da Compensação


Conhecem a chamada lei da compensação? Comigo funciona na perfeição... com comida! E hoje foi dia de fazer um GRANDE bolo de chocolate com recheio de chocolate e cobertura de chocolate... Vamos ver se fico mais docinha! Está delicioso, by the way!

terça-feira, 16 de março de 2010

A nice day

Tenho cá para mim que o nosso dia corre melhor se começar da melhor maneira. Hoje o meu dia foi a prova viva disso. Não foi um dia nada por aí além mas, depois de alguns meses com dias realmente muito maus, foi uma lufada de ar fresco. E digo isto porquê? Porque afinal, o sol regressou (começo a acreditar seriamente nos teus poderes, Sun...) e eu dei um longo e revigorante passeio pela Baixa. Melhor do que isso foi entrar na Zara e conseguir enfiar-me numa saia tamanho S (agora que penso bem nisso, será que estava mal marcada?!?). Ehehe! Para terminar em beleza parece-me que vou acender umas velas na casa-de-banho, pôr uma musiquinha e encher a banheira até transbordar. Ora saem uns mimos para mim, sff, que eu mereço. Então uma boa noite a todos!
Com o intuito de provar este teorema, prevê-se para o dia de amanhã, se o solinho continuar a brindar-nos com a sua presença, uma corridinha pelo Parque das Nações logo de manhã... a ver vamos...

A queimar os últimos cartuchos

Pois que a minha manhã foi assim: a acordar calmamente, ao som de musiquinha, com direito a pequeno-almoço na cama* e um sol lindo e maravilhoso a entrar pela janela. E agora, que já me cheira a primavera, estava a preparar-me para almoçar uma saladinha e ir dar um passeio. Bem preciso de apanhar um solinho para disfarçar esta cor amarelo-esverdeado... Mas onde está ele, o fantástico sol dos últimos dias? Resolveu esconder-se só para me chatear, de certeza! Bah!
.
* é certo que tive que levantar o rabo para ser eu a prepará-lo... mas ainda assim soube lindamente.

segunda-feira, 15 de março de 2010

Não podia estar mais de acordo

Hoje uma amiga lembrou-se de mim, quando viu esta imagem algures na blogosfera, e resolveu enviar-ma. E eu não podia estar mais de acordo com a ideia que ela traduz.
.

sexta-feira, 12 de março de 2010

Cinema


Ontem estava muito bem disposta e, como tal apeteceu-me ir ao cinema. Apetecia-me perpétuar a boa disposição por mais umas horas e para isso nada melhor do que uma comédia romântica. Posto isto, ontem foi noite de "Amar... é complicado!". Teria sido fantástico se eu não fosse uma lamechas do pior, diria mesmo de fazer chorar as pedras da calçada... Então não é que consegui chorar do princípio ao fim?! Mesmo nas partes de morrer a rir, lá me saía uma gargalhada ainda com as lágrimas a escorrerem até ao pescoço... O caso está grave. Internem-me!

quinta-feira, 11 de março de 2010

Obrigada

Hoje recebi um mail com letras garrafais que dizia:
.
"PARABÉNS!!!! VÊS?!?! AFINAL COISAS BOAS ACONTECEM A BOAS PESSOAS!"
.
Obrigada! Acho que estava mesmo a precisar de ouvir isso. E já agora, fizeste-me chorar!

Notícia de última hora

Acabei de receber o melhor telefonema que podia ter recebido (ou quase, porque bom mesmo era receber um telefonema a dizer que me tinha calhado o euromilhões!). Parece que o tão desejado lugar é meu. E começo já no dia 5 de Abril. Esperemos que seja o início de uma nova etapa e uma reviravolta na minha vida. Estou tão feliiiiiiiiiiiiiiiiiiiiz! Obrigada a todos os que ficaram a torcer por mim.
.
=)

quarta-feira, 10 de março de 2010

Ainda me estou a rir

Hoje fui jantar a um restaurante todo xpto que descobri, por acaso, aqui perto de casa. Bom ambiente, boa companhia, boa comida e boa bebida. O jantar fluiu normalmente até à altura da sobremesa. Eu, viciada assumidíssima que sou, olhei imediatamente para o bolo de chocolate com molho &$%#£ e chantilly. Chamei a empregada, uma russa escultural com uns olhos lindos de morrer, e perguntei-lhe que molho era aquele. E a resposta dela foi "é molho &$%#£". Eu voltei a insitir "desculpe, não percebi" (que pronuncia tramada de decifrar!). E a resposta, uma vez mais foi "é molho &$%#£". Continuei sem perceber mas com vergonha de pedir para repetir, baixei os olhos, fingi que não tinha gostado da opção e que ía escolher outra coisa. Perante este meu ar tão natural de deixa-cá-fingir-que-percebi-tudo-o-que-disseste, o meu amigo R. (que estava hipnotizado pelos olhos (será?!) da menina em vez de se concentrar em tentar ler-lhe os lábios) perguntou-me "afinal o molho é de quê?", e eu não tive outro remédio senão responder entredentes "não sei". Podíamos ter ficado por aqui, uma vez que escolhemos uma Panna Cota em vez do bolo de chocolate, mas não... tinha que me dar um ataque de riso tão grande que as lágrimas caiam-me pela cara abaixo. Eu já não sabia onde me enfiar, estava envergonhadíssima mas não conseguia parar de rir! Aliás, ainda não consigo parar de rir de cada vez que me lembro da cara da menina muito concentrada a dizer não-sei-o-quê. O bolo fica para a próxima, sim?! Agradecida!

terça-feira, 9 de março de 2010

Sendo assim...

... já estou na cama. E tenho em minha companhia: lençóis de flanela, quatro cobertores, dois edredons, uma manta, um pijama polar, dois pares de meias e... acho que ainda vou ali buscar o cachecol e as luvas e já volto. E é isto. Tenham uma boa noite, sim?! Até amanhã, se eu entretanto nao ficar esborrachada com todo este peso.

Que mal fiz eu?!

Logo hoje que as temperaturas desceram (e não foi pouco) é que o meu aquecedor tinha de avariar?! E ainda por cima de noite?! Fez uma faísca, um puf, libertou uma nuvem de fumo e foi desta para melhor... Morreu o meu melhor "amigo", coitadinho andava coladinho a mim para todo o lado, para onde quer que eu fosse, ele ia comigo, era o meu companheiro de todas as horas. Rest in peace. Estou tão triste... e gelada, by the way! Esta casa parece o Pólo Norte e andamos aqui a tremer o queixo. Mas que mal fiz eu para merecer isto?! Para quando um verão com os seus 40 ºC à sombra?

segunda-feira, 8 de março de 2010

sábado, 6 de março de 2010

Estados d'alma

Uma vez mais remeto-me ao silêncio e deixo que outros falem por mim. Decerto não encontraria melhores palavras.
.
"Sentiu o arrepio súbito em cada poro e em cada pensamento. O ar gélido de recordações passadas toldou-lhe cada movimento. Falou por ela. Profunda e aterradoramente. Bastara um vislumbre. Seria aquilo um dos seus fantasmas? Ela tremeu, revivendo tudo. Pousou a cabeça nas mãos, deixando os dedos entrar pelas mechas de cabelo. “Não sei se consigo” – pensou. Provavelmente, nunca conseguiria enxotar de vez aqueles espíritos maus. Podia aprender a olhá-los em paz. Dia após dia. Um de cada vez. Mas no seu íntimo nunca deixariam de ser mortos-vivos prontos a atacar ao estímulo certo. Acção. Reacção. Assustava-a recordar o futuro. Assustava-a imaginar o passado. Porque as memórias podem mudar… mas nunca deixam de ser assombradas."
.

terça-feira, 2 de março de 2010

Sou ou não sou uma romântica?

Pois, diz que sim! Que o romantismo está dentro de nós... Deve ser por isso que neste momento estou a meia luz, velas acesas e espalhadas pelo quarto (que bem que cheiram) e o Michael Bublé a fazer-me companhia (pena que não seja em carne e osso). Temos o cenário perfeito, pois temos. E o que é que eu estou a fazer aqui? - perguntam vocês. Não, não estou a dar beijinhos e abraços! Estou... a passar a ferro uma pilha de roupa que se acumulou miraculosamente nos últimos dias... Buáaaaaa!

domingo, 28 de fevereiro de 2010

Ainda o D.

Estava eu a preparar uma aula de matemática para o meu menino do 10º ano e o D. começa a aproximar-se, como que com ciúmes pelo tempo que não lhe estava a dedicar, e pergunta-me:
- Oh tia, quando eu for mais crescido também me podes dar aulas de matemática? É que depois eu aproveito e escrevo tudo o que tu me ensinas nas mãos antes de ir para os testes.
- O quê?!? - pergunto eu com o meu ar de já-estás-a-dizer-disparates.
- Sim, tia, eu depois vou fazer "fábulas" para os testes.
.
Começamos cedo, começamos!!! Passar horas com este miúdo é melhor do que ir ao circo. É risota garantida!

O D. e os TPC's

- Como se chama ao dia antes de ontem?
- D: Anteontem.
.
- E como se chama ao dia antes da véspera?
- D: Antevéspera.
.
- Então e como se chamam as pessoas que viveram antes de nós? São os nossos...?
- D: Passatempos!!!
.
E eu quase fui ao chão de tanto rir! =)

E depois há outros dias assim

Um pijama quentinho. Um chá. Uma lareira. Um bom livro. E uma chuva torrencial lá fora. Às vezes a vida consegue ser tão simples e tão reconfortante!

sexta-feira, 26 de fevereiro de 2010

Porque há dias...

... em que a revolta nos tira as palavras e nos deixa com um nó no estômago!

quinta-feira, 25 de fevereiro de 2010

Para terminar o dia em beleza

Não me faltava mais nada do que ter uma invasão de formigas no armário da cozinha! Mas que dia este! Sun Maria, se eu descubro que isto é tudo obra tua, estás feita comigo ;)

I gotta feeling

Acabei de ver um novo anúncio em que o Nuno Gomes canta esta música. Sou só eu ou já todos andam a vomitar esta música?! Que enjoo. Nuno, querido, concentra-te em jogar futebol e deixa as cantorias para quem sabe, sim? Os nossos ouvidos agradecem!

Socorro

Só para que conste estão a chover pedaços de tijolo dentro da minha cozinha! Não sei se os amiguinhos aqui em cima estão a arranjar a casa ou a tentar mandar o prédio abaixo! Pena não ter aqui a máquina fotográfica para vos mostrar o estado de calamidade da minha cozinha! Parece que passou aqui um furacão! E agora, quem vai limpar, quem é?! Se isto se prolonga por muitos dias vamos ter chatices, ai vamos, vamos!

Querida Sun, este post é só para ti!

Só para te informar que as pragas que me rogaste quando o teu despertador tocou... fizeram-se sentir! É que começaram, em força, as obras no apartamento de cima! E às 9h da madrugada, andavam os meus belos amigos trolhas a cortar azulejos! E agora é o berbequim que não tem descanso! Obrigadinha! :P

quarta-feira, 24 de fevereiro de 2010

E viva a energia!

Então não é que aqui a menina, apesar de adoentada, hoje acordou cheia de pica?! Deve ser da ressaca de uma segunda noite mal dormida. E não é que, mesmo assim, hoje o dia rendeu e rendeu e rendeu... (e de que maneira!). Para terminar o dia em beleza do que é que eu me fui lembrar? De aproveitar para queimar as últimas energias a limpar a casa. Foram horas de esforço e dedicação. Maldita chuva, os meus vidros estavam tão limpinhos que pareciam espelhos (coisa que não é fácil de manter para quem mora em frente à linha do comboio). Quem me conhece sabe que a minha casa está sempre limpa e arrumada, mas hoje está impecavelmente limpa e arrumada! Venham mais dias de pica!

terça-feira, 23 de fevereiro de 2010

Querem uma dor de garganta?!

Se quiserem eu dou, de boa vontade! É no que dá sair à rua de corpinho bem feito. Isto das entrevistas e dos fatos é muito bonito... mas não é para dias de chuva e vento como o de hoje. Especialmente para quem é "alérgico" a andar com chapéus de chuva, como eu. Ao final da tarde apanhei uma molha tão grande, mas tão grande, que parecia ter saído directamente debaixo do chuveiro. E o resultado não se fez esperar: toma lá uma constipação que é para aprenderes!

Que nervos!

Hoje foi dia de nervoso (muito pouco) miudinho! Há muito tempo que não me via assim. E porquê? Porque fui a uma entrevista de emprego. E eu queria tanto aquele lugar. Não preguei olho a noite inteira e graças a esse pequeno pormenor, até mesmo depois do duche matinal para despertar, parecia uma morta-viva. Valeu-me a maravilhosa Erase Paste que fez milagres pelo meu look. A entrevista correu bem e pareceu-me que consegui causar boa impressão. Agora a bola está do lado dos outros candidatos... Só me resta esperar para ver se sou escolhida. Façam figas comigo... com muita força!

segunda-feira, 22 de fevereiro de 2010

A escolha de hoje

"A few times in my life I've had moments of absolute clarity, when for a few brief seconds the silence drowns out the noise and I can feel rather than think, and things seem so sharp and the world seems so fresh. I can never make these moments last. I cling to them, but like everything, they fade. I have lived my life on these moments. They pull me back to the present, and I realize that everything is exactly the way it was meant to be."

sábado, 20 de fevereiro de 2010

A saga continua

Sento-me, digo ai. Levanto-me, digo ui. Subo escadas, digo au. Até o simples facto de carregar no telecomando me lembra que afinal tenho músculos que não sabia que existiam! E conduzir? Ui, que tarefa difícil! Tenho a sensação que o acelerador precisa de 100 kg para começar a funcionar (felizmente, dirão alguns :P). O travão também... Fujam!

A saga

Ai que vou ficar a dormir no sofá! Não tenho força nem para rastejar até à cama. Colinho? Vinha mesmo a calhar.

sexta-feira, 19 de fevereiro de 2010

Tenho um bocadinho de masoquista, sim!

Alguém me explica o que aconteceu aos machões aqui destes lados?! Será que ficaram com vergonha da última aula de combat?! É que hoje eu fui a única a aparecer... E, obviamente, não houve aula! Apetece-me dizer uma palavra feia!
Como eu sou uma pessoa muito dedicada, não houve uma hora de combat mas houve uma hora e meia de treino intensivo. Sim, tinha que aproveitar o facto de ter uma sala e um treinador só para mim!! Eheh! Mas o desgraçado aproveitou para me massacrar com corridas, abdominais, flexões, agachamentos com pesos, treino de pernas no step, socos e pontapés no saco de boxe, meia hora de cardiofitness e meia hora de musculação para peito e costas... Fiquei com vontade de dar uns socos no menino mas...
E aqui estou eu, mais morta do que viva! Mal tenho forças para teclar. E o raio da perna que não pára de latejar. Montaram o saco de boxe para pessoas altas e espadaúdas e as desgraçadas que medem "metro e meio" têm que se esticar todas para chegar lá acima. Estou para ver se amanhã não consigo andar!
.
#%&$/%&$"!!!

quinta-feira, 18 de fevereiro de 2010

Patrão fora, dia santo na loja

Hoje o meu aluno faltou... Felizmente existe uma coisa chamada telemóvel. É que com o frio que está soube mesmo bem saber, a tempo e horas, que não precisava de sair de casa. Melhor: que não precisava de sair da cama. E aqui estive, todo o santo dia, tão quentinha... Já não tenho posição para estar, mas fora isso...
.
* Isto não abona muito a meu favor, pois não?! Eu juro que não sou preguiçosa! Foi só hoje. Porque sim. Porque me apeteceu. Porque a minha cama hoje está terrivelmente apetecível, confortável e cheira tão bem.

Espada de dois gumes

Há (boas) notícias que são como uma espada de dois gumes. Se por um lado nos deixam aos pulos de alegria, por outro lado conseguem ser bastante dolorosas.

terça-feira, 16 de fevereiro de 2010

Oh God!

E não é que os chocolates são mesmo, mesmo, mesmo bons??? Dois dias... e mais de metade da caixa já foi! Pelo andar da carruagem daqui a uns dias não ando... rebolo!

segunda-feira, 15 de fevereiro de 2010

Chocotelegram


Ontem quando cheguei a casa, tinha uma encomenda à minha espera: este chocotelegram oferecido por um leitor do meu blog. Foi um gesto bonito. Obrigada!