sexta-feira, 30 de outubro de 2009

Só para esclarecer

Quando publiquei este post, a data a que me estava a referir não era, de todo, a do dia do meu casamento! Esse ainda vem longe! Estava mesmo a falar da data de discussão da minha tese. Mais um mês e este bendito curso está finalmente acabado. O trabalho é que não tem fim, parece que cresce. Quanto mais faço, mais falta fazer. E isso começa a ser visível a olho nu! O meu cansaço já não engana ninguém e a saúde começa a ressentir-se (hoje com direio a uma visitinha às urgências e tudo!). Esperemos que daqui a um mês (se eu não tiver um ataque cardíaco até lá) com uma cura de sono tudo volte ao normal. Até lá estão proibidos os cafés e os petiscos. É que eu quero mesmo viver por mais uns anos! ;)

quarta-feira, 28 de outubro de 2009

Como eu ainda não tinha falado...

... da fantástica prestação do Benfica esta época, aqui fica um pequenino apontamento:
.

terça-feira, 27 de outubro de 2009

Estou em estado de choque

O meu pai acabou de trocar alguns sms comigo, cujos textos tinham muitos k's pelo meio! É a revolução! =)

Começou o festival do costume

Quer isto dizer que (re)começaram os ataques de ansiedade! Ele é um cansaço que não se aguenta, ele é um sono que pesa nos olhos, ele é uma má disposição matinal, ele é um peso no peito que dificulta a respiração, ele é mudanças de humor como quem muda de cuecas, ele é vómitos como se tivesse sido envenenada, ele é tensão arterial a disparar para valores nunca antes vistos... Parece que me vai dar uma coisinha má a qualquer momento e muito em breve! E tudo isto porque A data está a aproximar-se! Pânico!
.
E eu juro a pés juntos que não sou hipocondríaca! Só um bocadinho, vá... com o aproximar de grandes acontecimentos!

quarta-feira, 21 de outubro de 2009

Nostalgia

Ontem estava a falar com a J. que foi mãe a semana passada e acabei por ficar nostálgica. Conheço a J. desde que me lembro de ser gente. Ainda mal andava e ela já era a minha melhor amiga. Em crianças brincávamos incansavelmente na rua, no final de cada dia de aulas, até que nos ralhassem para irmos para casa. Passávamos o fim-de-semana em casa uma da outra. Íamos juntas para todo o lado. Fomos crescendo lado-a-lado e partilhando experiências. Ela estava lá quando se deu o episódio do primeiro beijo. Quando apareceu o primeiro namorado (de adolescência, leia-se). E o segundo. E todos os outros. E quando tive o meu primeiro desgosto-de-amor-de-adolescência, aquele que (durante uns longos...minutos!) nos atira para o fundo do poço e nos faz querer saltar de uma ponte. Ela estava lá cada vez que caía uma lágrima e cada vez que passava horas a rir à gargalhada. Crescemos juntas e com a certeza de que seríamos as melhores amigas para sempre. Mas cada uma seguiu o seu caminho e durante muito tempo as nossas estradas não se cruzaram. Reaproximámo-nos recentemente e espero que continuemos assim.
Agora a J. é mãe e quando lhe perguntei se era como realmente se dizia, um amor incondicional desde o primeiro momento, ela respondeu-me que ainda estava a processar o acontecimento. Oh J., ainda há pouco tempo andávamos pelas ruas de bicicleta amarela, com rodinhas de apoio, e agora de repente apareces-me com um bebé nos braços... O que é que esperavas?! Até eu ainda estou a precisar de ser beliscada! Parabéns, miúda! Vais ser uma mãe fantástica e daqui a uns anos eu arranjo-te uma nora :P

By the way, depois de um disputado duelo, sempre temos um Bernardo.

terça-feira, 20 de outubro de 2009

Só para saber...

... quem é que já estava farto do verão, quem era?!

segunda-feira, 19 de outubro de 2009

Hoje o jantar foi mesmo uma salada!


Para sobremesa... um crepe de chocolate! Porque de boas intenções está o inferno cheio! =)

domingo, 18 de outubro de 2009

Dias felizes

Estou fechada em casa a trabalhar que nem uma condenada. Em frente ao computador desde as 8h30 da manhã, confortavelmente dentro do meu pijama e enrolada numa manta (que calor aqui em casa nem vê-lo). Da rua chegam-me as gargalhadas do D., enquanto brinca com um amigo. E isso basta-me para tornar o meu dia mais feliz. Porque o sorriso do D. vale mais do que tudo no mundo.

sábado, 17 de outubro de 2009

quarta-feira, 14 de outubro de 2009

Acessórios


Quem me conhece sabe que eu adoro (mesmo muito!) relógios. E este magnífico exemplar está à venda aqui, até dia 20 e com 60% de desconto... Só assim por acaso, não há por aí ninguém com muito bom coração e cheio de vontade de me fazer um bocadinho mais feliz?! Muito agradecida! :P

terça-feira, 13 de outubro de 2009

Quando eu morrer...

... devo ter um lugarzinho no céu reservado para mim, de certeza!
.
Eu moro numa casa de estudantes universitárias e como este é apenas um ciclo muito curto da vida de cada um, nesta casa entram umas, saem outras. Estudantes, quero eu dizer! A última rapariga que aqui esteve, ficou apenas três meses. Parece pouco tempo mas se vissem o estado em que ela deixou o quarto, três meses pareceram uma eternidade. O quarto voltou a ser alugado e a próxima inquilina muda-se no fim-de-semana. Ora, como eu sou daquelas pessoas que não podem ver sujidade em lado nenhum (sim, isto está quase, quase a roçar o transtorno obsessivo-compulsivo) e como eu tenho uma paciência de santa (para certas e determinadas coisas, diga-se), hoje deu-me para limpar aquele quarto... Tudo isto não teria nada de extraordinário se a menina que ali dormia fosse uma pessoa civilizada e lavasse as mãos de vez em quando, em vez de as limpar às paredes do quarto. Não se admite! Demorei uma hora a lavar quatro paredes! Nunca tinha visto tantas dedadas e riscos por metro quadrado. E isto, já depois de ter passado outra hora a limpar a parte da casa que realmente me competia (que nestas coisas de partilha de casa não há nada como partilhar as tarefas também).
.
Será pedir muito que as pessoas deixem as coisas tal como as encontraram?! Será pedir muito que as pessoas façam assim umas limpezinhas de vez em quando?! Mas pronto isto sou eu, que sou uma pessoa civilizada, a dar a minha opinião, que vale o que vale.

sábado, 3 de outubro de 2009

sexta-feira, 2 de outubro de 2009

EUA #6

Finalmente as prometidas fotos! Não foi fácil a compilação e organização das mais de mil fotos, muito menos a escolha das mais relevante e representativas, capazes de vos mostrar uma pequena percentagem desta fantástica viagem. Divirtam-se!

A "casinha" onde ficámos hospedados. Obrigada, Sr. Manuel e D. Olivia.

A casa do lago. Um dia muito agradável com direito a sol de manhã, chuva de tarde, almoço no terraço com uma vista maravilhosa e passeios de canoa, gaivota e barco.

Alguns dos animais com os quais convivemos bem de perto no Safari.

Eu podia pôr aqui fotos das muitas montanhas russas do Great Adventure, o parque de diversões, mas parece-me que este vídeo é mais elucidativo do tipo de aventuras vividas.

video

No final de um dia cheio de adrenalina, o jantar num Diner, um restaurante típico americano.

Um dia em Filadélfia. Elfreth Alley, a mais antiga rua residencial dos EUA, o Sino da Liberdade e a sala onde foi assinada a Declaração da Independência e a Constituição.

A primeira impressão de Washington: aqueles senhores estão mesmo a limpar as pastilhas elásticas da rua com uma espátula.

O Cemitério Nacional de Arlington, em Washington, o mais conhecido e tradicional cemitério militar dos Estados Unidos, onde estão enterrados o Senador Robert Kennedy e o Presidente John Kennedy.

Ainda em Washington: o Capitólio, o Monumento Washington (construído como um memorial a George Washington), os Arquivos Nacionais, o Edifício do FBI e a Union Station.

Finalmente New York. A belíssima vista noturna sobre a cidade.

Times Square sempre movimentada, a qualquer hora do dia ou da noite. Um ambiente incrível.

A fantástica loja m&m's World, pertinho da Times Square, onde eu parecia uma criança verdadeiramente encantada. Adoro m&m's! Nesta loja existiam todos os artigos possíveis e imaginários relacionados com m&m's! Já para não falar de que as paredes estavam forradas de depósitos cheios destes chocolates, de todas as cores e feitios. Era só encher o saco... e pagar, a peso de ouro, claro está!

A estação do World Trade Center e as obras do Ground Zero. Não há como ficar indiferente a toda esta envolvente. É completamente arrepiante!

Por incrível que pareça, a próxima foto é, nada mais, nada menos do que a Bolsa de Valores de Wall Street, o mais importante centro financeiro do mundo.
South Street Seaport, a Ponte de Brooklyn e a Central Station.

Uma pequenina amostra do Central Park. Era capaz de passar ali dias a fio.

Fotos tiradas do cimo do Empire State Building.

E como não podia deixar de ser, a visita a China Town. Não há como ir a China Town e não regatear o preço de uma malita Louis Vuitton...

A última foto mostra os belos exemplares de comidinha que se vendia em plena rua, nesta zona da cidade. Há com cada petisco! O melhor é mesmo não saber o que é cada um deles. O A. queria por força provar uma tarântula frita, mas não encontrámos nada semelhante... Foi pena, porque eu pagava para ver!