sábado, 8 de novembro de 2008

Viva o Sistema Nacional de Saúde!

No dia 3 de outubro de 2007 fui operada aos dentes do siso. Passei 15 dias com a cara tão inchada que parecia um sapo. Depois fiquei negra, depois amarela... Já para não falar que durante esses 15 dias não comi outra coisa senão gelado, banana esborrachada e leite! Que fominha...
A operação foi mais complicada do que o médico pensava inicialmente, e saí de lá com tantos pontos que conseguia sentir as linhas a enrolarem-se umas nas outras. Pior do que tudo foi o facto dos pontos não cairem. Tive que ir ao hospital tirá-los ao fim de um mês. Todos, pensava eu...
Qual não foi o meu espanto quando 3 meses depois, a bochecha continuava a doer-me, e o meu dentista descobriu que o cirurgião lá tinha deixado um ponto escondido... O problema é que ele já estava tão enterrado que quando o dentista puxou, quase arrancou metade da bochecha!!! snif!
Ontem, mais de um ano depois, descobri que ainda tinha OUTRO ponto na cara! Foi ainda pior do que da outra vez! Parecia que o dentista estava a triturar a minha cara para conseguir tirar o ponto (que mais parecia uma corda de viola, de tão grosso que era). E depois de muitos gemidos e lágrimas a correr pela cara (e eu juro que não sou nada maricas no que toca a dentes), o dentista teve a lata de dizer: - Ai coitadinha, se eu soubesse que estava tão enterrado tinha dado anestesia!

1 comentário:

tempus fugit disse...

Isso lembra-me uma história de alguém que conheço e que cortou os dedos, bla bla bla bla.

Aaaaarggggggh!Brrrrrrrrrr.