segunda-feira, 11 de fevereiro de 2008

O primeiro "Porquê?"

Chegaram as férias! Para trás ficaram cinco longas semanas de estudo intensivo, daquelas em que quase não há tempo para mais nada. Apesar do trabalho ter sido árduo e o esforço mais que muito, o resultado é desolador! Não há como não perguntar "Porquê?".

Depois li algures: " Sempre que sintas que fizeste o teu melhor, e que, apesar disso, o resultado não foi como desejavas, esquece simplesmente o sucedido. Deixa que Aquele que melhor te compreende e te conhece, valorize o teu desempenho."

Não podia estar mais de acordo!

2 comentários:

Rita disse...

Condordo plenamente, e percebemos muito bem o que é sentir esse sentimento, não é Marta...enfim
Tudo passa e virá dias muito melhores...beijos

Cláudia disse...

E quem é esse? Também me conhece a mim? Posso ficar descansada se não entregar alguns trabalhos? ;o)